Ele, Robô?

Vejam esta notícia que tem circulado nos meios de comunicação nesta semana:

Sábado, 18 de agosto de 2007, 10h48 Atualizada às 10h56

Robôs matadores anunciam a guerra do futuro

Jörg Blech

Os robôs guerreiros já entraram em ação no Iraque, e o exército dos Estados Unidos planeja substituir um terço de seus veículos blindados e armas por robôs, até 2015. Essas máquinas de matar podem um dia vir equipadas de consciência artificial – o que poderia até dotá-las da capacidade necessária a desobedecer ordens imorais.

roborobovoadorFonte: US Army

Muito tem sido falado sobre esta questão, por um lado evitaríamos que jovens soldados percam suas vidas protegendo interesses de uma minoria de políticos e aristocratas que regem as guerras e conflitos. Porém, algo me deixa inquieto: “Essas máquinas de matar“. Isaac Asimov em sua série “Robots”, em seu último livro “I, Robot” ( Eu, Robô) descreve as 3 leis básicas de um Robô, como descritas abaixo:

As Três Leis da Robótica são leis que foram elaboradas pelo escritor Isaac Asimov em seu livro de ficção I, Robot (“Eu, Robô“) que dirigem o comportamento dos robôs. São elas:

  • 1ª lei: Um robô não pode ferir um ser humano ou, por omissão, permitir que um ser humano sofra algum mal..
  • 2ª lei: Um robô deve obedecer as ordens que lhe sejam dadas por seres humanos, exceto nos casos em que tais ordens contrariem a Primeira Lei.
  • 3ª lei: Um robô deve proteger sua própria existência desde que tal proteção não entre em conflito com a Primeira e Segunda Leis.

(Fonte: Wikipédia)

Continuando com o texto da notícia:

O exército dos Estados Unidos está desenvolvendo diversos modelos de robôs de combate. De acordo com um memorando interno do exército, “máquinas armadas estão encontrando lugar no campo de batalha moderno e serão presença generalizada nos campos de batalha futuros”. O orçamento do Pentágono já inclui até US$ 200 bilhões para o desenvolvimento de um programa de modernização conhecido como “Sistema de Combate Futuro”, sob o qual robôs substituirão um terço dos veículos blindados e das armas do exército norte-americano até 2015.

Será que este bom senso será respeitado? pelo visto não…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s